O dia dos Namorados ou Marido perfeito

--------------------------------------------------------------------------------



Rosas vermelhas eram as suas favoritas, seu nome também era Rose.

E todo ano no dia dos namorados seu marido as enviava, atadas com lindos

enfeites. Mesmo no ano em que ele morreu, as rosas foram entregues em

sua porta.



O cartão dizia:

"Seja minha namorada"... como nos anos anteriores".

Cada ano ele enviava suas rosas e o cartão sempre dizia:

"Eu te amo mais este ano do que no ano passado. Meu amor por você

sempre aumentará com o passar dos anos."

Ela sabia que aquela seria a última vez que as rosas apareceriam E pensava:

* " Ele encomendou as rosas adiantado".

Seu amado marido não sabia que ele iria....mas, já estava próximo ao dia

dos namorados e sempre gostou de preparar as coisas com antecedência;

pois se estivesse muito ocupado, tudo funcionaria perfeitamente.



Ela ajeitou as flores, colocou-as num vaso especial e depois, colocou o

vaso ao lado do retrato sorridente dele. Sentou por horas na cadeira

favorita dele, enquanto olhava para sua fotografia e as rosas lá.

Um ano havia passado e tinha sido difícil viver sem seu companheiro. Em

solidão e isolamento havia sido transformado seu destino e então, na mesma

hora de sempre, como no Dia dos Namorados anterior, a campainha tocou,

e lá estavam as rosas, esperando em sua porta.



Ela levou-as para dentro e as olhou chocada então, foi ao telefone e ligou

para a floricultura. O dono atendeu e ela perguntou-lhe se poderia

explicar... porque alguém faria isso com ela causando tanta dor?

* "Eu sei que seu marido faleceu a mais de um ano __ disse o dono, "eu

sabia que ligaria e quereria saber. As flores que recebeu hoje foram pagas

adiantadas. Seu marido sempre planejou adiante, ele não deixava nada

imprevisto. Existe um pedido que eu tenho arquivado aqui e ele pagou

adiantado, você vai recebê-las todos os anos e tem outra coisa que você

deveria saber, ele escreveu um pequeno cartão especial... fez isso no ano

passado. E como eu descobri que ele não estava mais aqui... Aí está o

cartão".



Ela agradeceu e desligou, e suas lágrimas caíram copiosamente, seus dedos

tremiam, enquanto avançava devagar para pegar o cartão, em silêncio total,

ela lia o que ele havia escrito..



* "Oi, meu amor, eu sei que faz um ano que eu me fui, espero que não

tenha sido tão ruim pra você superá-lo, sei que deve estar solitária e que a

dor é grande, mas se fosse diferente, eu sei como eu me sentiria.

O amor que nós tivemos fez a minha vida ser maravilhosa. Eu amei

você mais do que as palavras podem dizer, você foi a esposa perfeita. Você

foi amiga e amante e me deu tudo o que precisei. Eu sei isto foi há apenas

um ano, mas por favor tente não ficar triste.



Eu quero que você seja feliz, mesmo quando banhada em lágrimas, por

isso é que as rosas serão enviadas durante anos. Quando você recebê-las,

pense na felicidade que tivemos juntos, e como fomos abençoados.

Eu sempre amei você e sei que sempre vou amá-la. Mas, meu amor, você

tem que continuar a ser feliz, você ainda está viva. Por favor.... tente

achar a felicidade, enquanto vive o resto dos seus dias. Eu sei que não é

fácil, mas eu espero que ache algum modo.



As rosas irão todos os anos, e só irão parar quando sua porta não

mais atender, quando o entregador parar de bater, ele irá cinco vezes nesse

dia, caso você tenha saído, mas depois desta última visita, quando ele não

tiver mais dúvidas, ele levará as rosas ao lugar onde eu o instrui e

colocará as rosas onde nós estaremos juntos novamente."



Autor desconhecido ou ignorado
Postar um comentário