Espírito de Gratidão

--------------------------------------------------------------------------------



Num matagal, ao pé das montanhas do Himalaia, vivia um papagaio juntamente com muitos outros animais e pássaros. Um dia, um fogo, causado pela fricção de bambus motivada pelos fortes ventos, começou a se alastrar pelo matagal, pondo em alarmada confusão os pássaros e animais. O papagaio, sentindo compaixão pelo temor e sofrimento deles e desejando retribuir a bondade que recebeu do bambuzal, em que se abrigava, tentou por todos os meios, salvá-los.

Mergulhava repetidamente numa lagoa próxima, voava sobre o fogo e, sacudindo-se, derrubava algumas gotas de água para apagar o fogo. Repetia esta operação diligentemente, com o coração de compaixão e gratidão para o matagal.



Um leão vendo o auto-sacrifício do papagaio disse:



-Você tem uma mente nobre, mas que espera conseguir com umas poucas gotas de água contra este fogo imenso?



O papagaio lhe respondeu:



-Nada pode ser conseguido sem a mente de gratidão e auto-sacríficio. Tentarei e continuarei a tentar até na próxima vida.



O leão ficou impressionado com tamanha determinação do papagaio e juntos apagaram o fogo.
Postar um comentário